sábado, 28 de julho de 2012

O Mentol e os óleos essenciais


O (-)-MENTOL, (1R,2S,5R)-2-isopropil-5-metilcicloexanol, fórmula C10H20O - 156,26 g.mol-1 é uma substância sólida (T.F. 34 - 36°C) na condição ambiente. 


O mentol é um álcool (presença do grupo -OH) cíclico monoterpênico (derivado de unidades de isopreno ou unidades C5, constituído de três carbonos assimétricos. É também conhecido como cânfora.


O mentol foi isolado pela primeira vez em 1771 pelo botânico holandês Gambius.






Apresenta um sabor, a menta, é encontrado em alguns óleos essenciais como por exemplo o óleo de hortelã-pimenta.


É obtido por síntese ou da extração do óleo de mentha piperita ou outros óleos essenciais. Ele é um material ceroso, cristalino, de cor clara ou branca. 


Na temperatura ambiente, encontra-se em estado solido, e entra em estado de fusão à poucos graus acima. O Mentol também é famoso por suas propriedades anestésicas, e anti-inflamatórias, alem de ser amplamente usado para combater inflamações na garganta. Alem disso ainda atua como um fraco barrador de receptor opioide.


O mentol foi produzido sinteticamente a partir de 1973. Em termos químicos, é um hidrocarboneto cíclico com um grupo álcool que a temperatura ambiente é um sólido incolor. 


Os métodos de produção química, têm certas desvantagens: ou eles exigem complexas e várias etapas até chegar a sua síntese, ou que produzam não só o desejado, o de ocorrência natural chamado L-mentol, mas também a mesma quantidade de um sub-produto chamado D-mentol que , dependendo do uso pretendido, tem de ser 
laboriosamente removido da mistura. 


O L-mentol e o  D-mentol são variantes da mesma molécula, mas têm uma estrutura diferente, ou seja, como uma imagem de espelho em relação uns aos outros, da mesma forma que  a mão direita e esquerda. Cientistas chamam essas moléculas de "enantiômeros". 


A estrutura diferente significa que a L-e D-mentol apresentam efeitos diferentes no corpo. O D-mentol, por exemplo, tem uma ação de arrefecimento menos pronunciada. Uma mistura das duas variantes, conhecido como DL-mentol, é necessária principalmente para produtos em que o efeito de arrefecimento não seja predominante, por exemplo, em certos ingredientes aromatizantes.

O vídeo abaixo possibilita inúmeras explicações sobre perfumes. 




Para aprofundar sua pesquisa:


http://web.ccead.puc-rio.br/condigital/software/objetos/T1-15/T1-15-sw-a1/guiaDidatico.pdf
http://web.ccead.puc-rio.br/condigital/video/ai%20tem%20quimica/cosmeticos/perfumes/guiaDidatico.pdf
http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc11/v11a10.pdf
http://pt.scribd.com/doc/96637532/extracao-do-oleo-essencial
http://www.fapesp.br/eventos/2011/08/quimica/Claudia_Rezende.pdf
http://www.basf.com/group/corporate/en/news-and-media-relations/science-around-us/menthol/story
http://www.infobibos.com/Artigos/2007_1/menta/index.htm
http://www.scielo.br/pdf/rbb/v33n4/11.pdf
http://www2.ibb.unesp.br/servicos/publicacoes/rbpm/pdf_v8_n4_2006/artigo15_v8_n4_p076-086.pdf
http://bdm.bce.unb.br/bitstream/10483/1732/1/2011_PaulaMarcellyAlvesMachado.pdf


Um comentário:

  1. Bom dia!!!
    Estava de passagem pelo blog, e fiquei bastente tempo lendo, gostei muito, pois, o blog tem muita informação, aparencia muito legal, bastante informativo!!! Sempre estarei de passagem para leitura!
    Aproveito a oportunidade convido para dar uma passadinha pelo meu blog, ele está em fase de desenvolvimento, mas já existe algumas postagem de noticias, curiosidades, e trabalhos de atividade lúdica desenvolvida por professores da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
    até breve
    Laboratório de Ensino de Química
    www.lequems.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...