segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Hélio

He


Número atômico: 2
Massa atômica: 4,00260 u
Eletronegatividade de acordo com a Pauling:
Densidade: 0,178 * 10 -3 -3 g.cm a 20 ° C.
Foi descoberto ou detectado inicialmente no Sol, através da análise espectroscópica da luz da coroa solar em um eclipse total ocorrido em 1868.
Os autores dessa descoberta foram os astrônomos Pierre J. C. Janssen (1824-1907), francês, e Joseph N. Lockyer (1836-1920), inglês, sendo que este último foi o proponente do nome “hélio” a esse elemento então ainda não identificado na Terra.


Propriedades: elemento químico gasoso, símbolo He, número atômico: 2 e massa atômica 4,0026 u
O hélio é um dos gases nobres do grupo O da tabela periódica. É o segundo elemento mais leve. A principal fonte de hélio no mundo é uma série de campos de gás natural nos Estados Unidos.

O hélio é um gás incolor, inodoro insípido e não tóxico. É menos solúvel em água do que qualquer outro gás. É o elemento menos reativo e não essencialmente formar compostos químicos. A densidade e viscosidade de hélio vapor são muito baixos.

A condutividade térmica e o conteúdo calórico são excepcionalmente elevados. Hélio pode ser liquefeito, mas a sua temperatura de condensação é a mais baixa entre todas as substâncias conhecidas.

O hélio foi o gás usado pela primeira vez para encher balões e dirigíveis. Esta aplicação acontece na altitude de pesquisa e por balões meteorológicos. O principal uso do hélio é como um gás de proteção inerte na soldagem autógena. Seu maior potencial é encontrado em aplicações em temperaturas muito baixas. O hélio é o único refrigerador que é capaz de atingir temperaturas inferiores a 15 K (-434 º F).

A principal aplicação da temperatura ultralow é o desenvolvimento do estado supercondutividade, em que a resistência ao fluxo de eletricidade é quase zero. Outras aplicações são a sua utilização como gás de pressurização em propelentes líquidos para foguetes, em misturas de hélio e oxigênio para mergulhadores, como fluido de trabalho em reatores nucleares resfriado por gás e como transportadora de gás em análise química por cromatografia gasosa.

Hélio no ambiente: Helium é o segundo elemento mais abundante no universo conhecido, depois do hidrogênio. Hélio constitui a 23% de toda a matéria elementar medido em massa. O hélio é formado na Terra por decaimento radioativo natural de elementos mais pesados.


Créditos: Chemistry


Referências:
http://www.scielo.br/pdf/qn/v20n1/4922.pdf





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...