segunda-feira, 17 de junho de 2013

OFICINA DISCIPLINAR DE QUÍMICA 1º SEMESTRE 2013.

As etapas do Programa Formação em Ação 2013 estão sendo realizadas em vários Núcleos Regionais de Educação para professores, pedagogos e funcionários. O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Educação e tem carga horária de 16 horas, dividida em duas etapas distintas de 8 horas, uma em cada semestre. 

A Oficina Disciplinar de Química do NRE de Cornélio Procópio ocorreu no COLÉGIO ESTADUAL ZULMIRA MARCHESI DA SILVA - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO, no dia 14 de junho de 2013 e contou com a participação de professores de Química  dos municípios de: Cornélio Procópio, Rancho Alegre, Uraí, Nova América da Colina, Sertaneja e Leópolis. A Oficina foi conduzida pela Professora de Química Lusiane Pereira Crivelari, Técnica Pedagógica da Disciplina de Química do NRE de Cornélio Procópio.

Durante a Oficina foram tratados de diversos assuntos relacionados as Metodologias de Ensino de Química e aprofundamento nos estudos das Diretrizes Curriculares da Educação Básica da SEED/PR.

No período da tarde as atividades foram práticas, no laboratório de Ciências do colégio.
Abaixo, algumas imagens das atividades experimentais desenvolvidas durante o curso.

A Garrafa Azul





















O violeta que desaparece



















Camaleão Químico




Vídeo do experimento Camaleão Químico.




Recomendamos também um link, muito interessante:

Um agradecimento aos amigos participantes desse curso de capacitação. 
Um grande abraço!

Professor Ronaldo da Luz Silva.


Encontramos outro detalhamento para esta atividade experimental Camaleão Químico. O pessoal da Química Analítica Qualitativa Inorgânica UFRJ, publicou esta matéria!!

Química Analítica Qualitativa Inorgânica UFRJ
10 de julho de 2013 15:56

A REAÇÃO CAMALEÃO
Para encantar os corações apaixonados pela Química

Depois do breve refresco histórico em que o Rhum Creosotado nos ajudou a combater a tosse, asma... depois de uma onda brusca de frio que passou aqui pelo Rio de Janeiro, vamos voltar ao laboratório de Química, que é o nosso habitat natural, com uma experiência bem legal para vocês fazerem, e que encanta pela mudança sucessiva de cores, daí o nome deste experimento.
Ele envolve o ciclo redox do manganês, razão pela qual sugerimos que veja a postagem "AS CORES DO MANGANÊS EM FUNÇÃO DE SEU ESTADO DE OXIDAÇÃO", que fizemos ontem. O experimento pode ser feito fora da capela, pois não envolve aquecimento e liberação de gases e vapores; o cuidado maior é o manuseio do hidróxido de sódio: ele e suas soluções são corrosivos.

Nós propomos o seguinte roteiro: 10mg de KMnO4 (o conteúdo de um envelope vendido em farmácia para tratar catapora) são dissolvidos em 25 mL de água (somente ~10 mL foram usados, para reduzir a intensidade da cor violeta para que se possa melhor visualizar as cores).
2g de C12H22O11 (sacarose, mas outros açúcares redutores como a glicose servem) + 3,3g de NaOH (hidróxido de sódio) são, ambos, dissolvidos em 250 mL de água.
É ideal que a mistura e o experimento sejam feitos com agitador magnético para assegurar uma mistura rápida e perfeita, e para que a transição de cores seja bem nítida. O desenrolar da reação diz tudo por si. Depois da cor violeta aparece uma cor cinza que evolui para verde, característica do íon manganato, MnO42-; na sequência, a cor verde amarelece até ficar marrom, devido ao MnO2; por fim, uma cor avermelhada aparece, indicando que aparece Mn(III) complexado com o excesso de açúcar ainda presente.
Para acompanhar o andamento do experimento, "Equinoxe 5", do álbum Equinoxe, de Jean Michel Jarre (1976) como fundo musical.
Este experimento se adapta a escalas maiores ou menores, sob a condição apenas de manter as mesmas proporções empregadas neste experimento que fizemos. Um excesso de KMnO4 realça as cores amarelo e vermelho, mas as cores púrpura e verde serão muito escuras e difíceis de serem discernidas. Menores quantidades de KMnO4 tornam as cores púrpura e verde bem visíveis mas as tonalidades amarela e vermelha serão muito pálidas e mesmo não discerníveis.
Hora de experimentação!






Outro link interessante com as explicações e realização da atividade experimental do camaleão químico.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...