segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Cheiros desagradáveis

Como sabemos os animais são capazes de perceber, “sentir”, variados tipos de cheiros e ou odores, mas também somos produtores de muitos deles.

As flatulências ou flatos são conhecidos por provocarem reações inusitadas em decorrência do cheiro desagradável e às vezes insuportável para algumas pessoas.

São compostos por gases como N2, CO2, CH4 e H2. Mas como explicar o cheiro desagradável dos flatos ou mais conhecidos como “pum”, se estes gases citados não têm cheiros.

As proteínas presentes nos alimentos possuem em sua constituição nitrogênio e muitas proteínas contêm enxofre em suas moléculas. As bactérias presentes no intestino atacam os aminoácidos dessas proteínas, formando pequenas quantidades de NH3 (amônia) e de H2S (sulfeto de hidrogênio), que são os causadores dos cheiros desagradáveis dos flatos.





Outro cheiro desagradável é o da metilmercaptana, que exalamos quando comemos alho e este é um dos motivos desse alimento causar mau hálito.








Coitado do gambá, que convive com uma mercaptana o tempo todo, presente em sua urina e causadora do cheiro horroroso desse animal. O nome desse composto é 3-metilbutano-1-tiol.






Na urina humana encontramos a uréia, um composto nitrogenado e principal constituinte orgânico da urina humana. Sua decomposição também produz aquele cheiro característico, presente nos vasos sanitários que ficam por muito tempo sem descarga.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...