segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Como diminuir os riscos dos compostos contendo iodo

DESAPARIÇÃO DO IODO
Isto não é mágica, isto é Química!

video

Em nosso experimento anterior, postado em nove de agosto, vimos uma proveta contendo três fases líquidas: clorofórmio, água e metil-isobutilcetona, todas elas contendo iodo.
Ora, o iodo é um elemento que causa impactos ambientais e também danos à saúde: seu vapor é irritante para mucosas e é rapidamente absorvido pela pele. Então, como descartar soluções contendo iodo?
Quimicamente... Neste vídeo, colocamos aos poucos porções de tiossulfato de sódio, Na2S2O3 em uma ampola quebrada contendo um pouco de solução aquosa de iodo (na verdade, solução de I2 em KI, ou seja, tri-iodeto de potássio, KI3). A reação começa imperceptível até que, de repente, o iodo some:

2 Na2S2O3 + KI3 = Na2S4O6 + KI + 2 NaI.

O íon iodeto é incolor, por isso a cor castanha da solução aquosa do iodo desapareceu... e a solução incolor pode ser descartada sem problemas na pia. O sal Na2S4O6, tetrationato de sódio, é rapidamente oxidado pelo O2 a sulfato. Há um artigo bem legal que fala do tratamento de resíduos contendo iodo:



Todos os créditos do vídeo e também do texto para a página do facebook:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...