quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Nomenclatura de Alcenos - Exercícios Resolvidos

Alcenos são compostos orgânicos, hidrocarbonetos, de cadeia aberta que possuem uma única ligação dupla entre carbonos.
Alcadienos são compostos de cadeia aberta que apresentam duas ligações duplas entre carbonos.
Abaixo podemos observar alguns exemplos desses compostos:




Nomenclatura Oficial de Alcanos - Exercícios Resolvidos

Os alcanos, também chamados parafinas, são hidrocarbonetos alifáticos saturados, de fórmula geral CnH2n+2. Estes se apresentam em cadeias lineares ou ramificadas. Os alcanos lineares são designados, na nomenclatura oficial, através de prefixos, geralmente gregos, seguidos do infixo "an" e sufixo "o". Nos alcanos , os átomos de carbono usam quatro orbitais híbridos, equivalentes sp³, para se ligar tetraedricamente a quatro outro átomos (carbono ou hidrogênio).

Observe alguns exercícios resolvidos sobre nomenclatura oficial:




Um grande abraço de Química Ensinada.




Sublimação do elemento Iodo

A sublimação é a mudança do estado sólido para o estado gasoso, sem passar pelo estado líquido. Ocorrre quando a pressão do ambiente não é suficiented para frear as partículas atômicas do material e permiti que elas atinjam o estado gasoso sem passar pelo estado líquido.
São exemplos de substâncias que podem sofrer sublimação: Iodo, gelo seco (CO2) e a naftalina.
Observe na imagem abaixo a sublimação do iodo sólido.



Encontramos outra publicação que trata de experimentos empregando o Iodo, click no link abaixo:
Reações químicas e equilíbrio de sublimação usando material de baixo custo.

http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc24/eeq2.pdf


Abraços!!
Q.E.




domingo, 26 de agosto de 2012

Fósforos de Segurança

Os fósforos de segurança possuem uma característica diferenciada têm os elementos químicos que produzem chama separados: na cabeça e na lixa, que só acendem quando do momento do atrito.

Conforme o RTQ (Regulamento Técnico da Qualidade) para Fósforos de Segurança, temos as seguintes definições:

1. Cabeça
Material combustível, localizado em uma das extremidades do palito, que acende quando 
friccionado contra uma superfície de acendimento apropriada.

2. Caixa de fósforos
Embalagem primária, unitária,  para acondicionar os fósforos e que contém a superfície de 
acendimento apropriada.

3. Pacote
Embalagem secundária, que acondiciona e protege as caixas de fósforos.

4. Fósforos de Segurança
Produto composto de palito e cabeça, projetado para só acender quando friccionado contra uma 
superfície de acendimento apropriada.

5. Palito
Haste rígida de madeira que suporta a cabeça e serve para manter a continuidade da chama.

6. Superfície de acendimento apropriada
Lixa que contém o material que, quando combinado, por fricção, com o material combustível 
existente na cabeça do palito, promove o acendimento do fósforo.

(Extraído de: http://www.inmetro.gov.br/legislacao/rtac/pdf/RTAC001887.pdf  Acesso em 25/08/2012).

A cabeça dos palitos não possui pólvora e também ao contrário do que muitos pensam, o produto químico fósforo não esta na cabeça e sim na lixa, área externa da caixa de palitos.
Na cabeça do palito de fósforo encontramos vários produtos químicos (oxidantes, combustíveis, aglutinantes, catalisadores de reação e materiais de carga), onde existe uma predominância do sal Clorato de Potássio, KClO3. 
Conforme figura abaixo:





Na imagem abaixo podemos identificar o momento exato da reação motivadora da chama no fósforo de segurança.



http://natchadatass.tumblr.com/tagged/chemistry


Cuidados no manuseio dos fósforos:


Embora com o nome de "fósforos de segurança", isto não significa material totalmente livre de riscos, devemos sempre deixar este material longe do fogo e afastado de produtos inflamáveis. 
Guardados fora do alcance das crianças. O fogo sempre despertou curiosidades nos homens e principalmente nas crianças.
Tenha cuidado!

Para aprofundar sua pesquisa:




quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Simulado ENEM - SEED/PR

Olá pessoal esta postagem tem como finalidade a divulgação do Simulado ENEM 2012 - realizado pela Secretaria de Estado da Educação  do Paraná, aplicado para os alunos da Rede Pública Estadual. 
Nos link's abaixo você pode conferir a prova na sua totalidade e também as questões comentadas.


Questões comentadas do Simulado Seed agrupadas por disciplina, confira no link abaixo:


http://www.alunos.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/enem/provaobjetiva13jul2012.pdf


Um abraço!






quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Atividade experimental simples mas com múltiplas possibilidades

Esta experiência é ideal para demonstrar os efeitos da queima de um metal.
Sabemos que o aço é feito do metal ferro. O diferencial neste caso é a superfície de contato entre o metal e o oxigênio, facilitando a queima do material.
Conceitos químicos com possibilidades de abordagem:
Função Óxido.
Cinética Química.
Fatores que interferem a velocidade de uma reação química.
Reação de síntese ou adição.

Show de foto, enviada pela aluna Sarah Ananias.
Abraços.





terça-feira, 21 de agosto de 2012

Queimando o metal magnésio

video

O magnésio é um elemento químico de símbolo Mg de número atômico 12 (12 prótons e 12 elétrons) com massa atómica 24 u. É um metal alcalino-terroso, pertencente ao grupo (ou família) 2 (anteriormente chamada IIA), sólido nas condições ambientais.

É o sétimo elemento mais abundante na crosta terrestre, onde constitui cerca de 2% da sua massa, e o nono no Universo conhecido, no seu todo. Esta abundância do magnésio está relacionada com o fato de se formar facilmente em supernovas através da adição sequencial de três núcleos de hélio ao carbono (que é, por sua vez, feito de três núcleos de hélio). A alta solubilidade dos iões de magnésio na água assegura-lhe a posição como terceiro elemento mais abundante na água do mar.

É empregado principalmente como elemento de liga com o alumínio. Outros usos incluem flashes fotográficos, pirotecnia e bombas incendiárias.

O magnésio foi descoberto em 1755 pelo escocês Joseph Black.


Esta experiência pode ser utilizada com sucesso para reforçar os conteúdos relacionados com reações químicas, função óxidos e entre outros conteúdos:

Esta reação é uma reação exotérmica, caracterizada também como reação de adição ou síntese. 
Através da queima do metal magnésio, pertencente ao grupo II, obtemos a formação do óxido básico, óxido de magnésio.
Reação:
2 Mg(s) + O2(g) ---------> 2 MgO(s)

O produto obtido da queima pode ser observado no vídeo acima, com aspecto branco ficando depositado na ponta do alicate, óxido de magnésio e através dos resídios da queima, aspecto de "cinzas". 
Este resíduo pode ser coletado e reservado para posterior uso, para comprovação de suas características. Exemplo:
O resíduo pode ser misturado com água, peneirado e obtendo assim uma solução aquosa de hidróxido de magnésio Mg(OH)2, com impurezas é evidente. Mas submetendo a solução obtida ao tratamento de um indicador, fenolftaleína, podemos comprovar a formação desta base. Mudança da coloração da solução aquosa, após a adição do indicador esta solução modifica sua coloração passando para a coloração rósea ou avermelhada.

Ótima oportunidade para discutir e reforçar conceitos químicos relacionados.

Bom trabalho!!



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Tabelas de Íons

Olá estudantes neste link vocês podem encontrar uma tabela de cátions e ânions, tabela fundamental para a nomenclatura das Funções Inorgânicas, ácidos, bases, sais e óxidos entre outras aplicações.

http://quimicasemsegredos.com/tabela-de-Cations-e-Anions.php

Abraços e bons estudos...preparação é tudo!!


sábado, 18 de agosto de 2012

Questões de Termoquímica e Balanceamento. Resolvidas






2) A queima de 4,6 g de álcool libera 32,6 Kcal. Sabendo que a densidade do álcool é de 0,8 g/ml, qual é o calor liberado na queima de 1 litro de álcool?

1 litro de álcool possui massa de 800 g
Portanto:
4,6 g de álcool .................32,6 Kcal
800 g vão liberar.........................   x
4,6 . x = 800.32,6
  X = 5669,56 Kcal

3) Reescreva a equação de outras duas maneiras e evidencie o calor na medida de Kcal.



Através de uma regra de três:
1 Kcal ............4,18 KJ
   X .................491,5 KJ

Resolvendo temos:
4,18 .  X = 491,5
X = 491,5/4,18
X = 117,58 Kcal


4) Parece claro que o desenvolvimento tem gerado um gasto considerável de energia (especialmente das formas que incrementam gás carbônico na atmosfera). E tudo foi alavancado quando, na Inglaterra, entre 1760 e 1800, a máquina a vapor foi aperfeiçoada, exigindo uma demanda maior de carvão mineral (substituindo o carvão vegetal), também utilizado na fusão de minérios de ferro.
Uma das primeiras inovações metalúrgicas da época foi à fusão de minério de ferro (hematita) com carvão coque*. Isso levou à produção de ferro batido de alta qualidade, o qual começou a ser empregado na fabricação de máquinas, na construção civil e nas ferrovias, substituindo a madeira.
*Ao ser queimado junto com o minério, o carvão coque tem por finalidade produzir CO para a reação (equação abaixo) e fornecer o calor necessário para essa reação ocorrer.


Pelas informações contidas no texto, é possível concluir que a reação representada pela equação é .....endotérmica..., e que o símbolo (delta) significa ..calor (aquecimento)......... .


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Tântalo

Quanto dura a bateria de um celular? Graças a um metal extraído no Brasil, um aparelho móvel pode ser usado sem recarga por até uma semana. O tântalo é um elemento essencial para a indústria eletrônica. E o Brasil é responsável por 14% da sua produção mundial, além de ser dono de 61% das reservas do minério em todo o planeta.

  
 Continue a leitura desta matéria clicando no link abaixo:




quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Reação de Combustão

As reações de combustão são exemplos típicos de reações exotérmicas. Estas reações envolvem de maneira geral a queima de um combustível, ou seja, a oxidação parcial ou completa de um determinado combustível.

Este tipo de reação acontece entre uma substância combustível e um comburente (geralmente O2), liberando como produtos da reação calor, luz e outros subprodutos provenientes das combinações atômicas dos reagentes. No caso da queima em ar de hidrocarbonetos (metano, propano, gasolina, etanol, diesel, etc) são formadas centenas de compostos, por exemplo, CO2, CO, H2O, H2, CH4, NOx, SOx, fuligem, etc, sendo que alguns desses compostos são os principais causadores do efeito estufa, da chuva ácida e de danos aos ciclos biogeoquímicos do planeta.

Combustão completa e incompleta

Na reação de combustão completa, o reagente irá queimar no oxigênio, produzindo um número limitado de produtos e uma chama oxidante, azul.

Na reação de combustão incompleta devido a um fornecimento inadequado de oxigênio a reação não acontece de forma adequada dificultando desta maneira a queima total do combustível. O reagente irá queimar em oxigênio, mas poderá produzir inúmeros produtos.



Um desses produtos é a fuligem, liberação dos átomos de carbonos que não sofreram combustão durante a reação.



Abraços pessoal.



sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Função Orgânica:- Ácido Carboxílico



  


  




Metal Mercúrio

Mercúrio é um metal líquido à temperatura ambiente, conhecido desde os tempos da Grécia Antiga. Também é conhecido como hidrargírio, hidrargiro, azougue e prata-viva, entre outras denominações. Seu nome homenageia o deus romano Mercúrio, que era o mensageiro dos deuses. Essa homenagem é devida à fluidez do metal. O símbolo Hg vem do latim "hydrargyrum" que significa prata líquida.

O mercúrio é um elemento químico de número atômico 80 (80 prótons e 80 elétrons) e massa atômica 200,5 u. É um dos seis elementos que se apresentam líquidos à temperatura ambiente ou a temperaturas próximas. Os outros elementos são os metais césio, gálio, frâncio e rubídio e o não metal bromo. Dentre os seis, porém, apenas o mercúrio e o bromo são líquidos nas condições padrão de temperatura e pressão.
 
Não é um bom condutor de calor comparado com outros metais, entretanto é um bom condutor de eletricidade.
 
O mercúrio é considerado um poluente de alto risco, sendo regulado pela US EPA (United States Environmental Protection Agency).
 
A preocupação a respeito da poluição do mercúrio, surge dos efeitos à saúde decorrentes da exposição por mercúrio metilado (que é extremamente tóxico) encontrado na água e alimentos aquáticos.
 
Sabe-se que mais de 25 minerais contidos no manto terrestre contém mercúrio e que a concentração média do metal na crosta terrestre é 0,5 ppm (μg.g-1). Não obstante, o principal mineral é o cinábrio (HgS) contendo 82% de mercúrio e usado pela humanidade por mais de 2300 anos. Os principais depósitos estão localizados em Almadem (Espanha), Idria (Eslovênia) e Monte Amiata (Itália) (Schroeder & Munthe 1998).



Saiba mais sobre este elemento químico:


http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc12/v12a01.pdf

http://www.facome.uqam.ca/pdf/cardoso_2002.PDF

http://www.maxwell.lambda.ele.puc-rio.br/6133/6133_3.PDF


Desinfetante inofensivo para humanos pode ser a nova arma contra superbactérias hospitalares | Jornal Ciência

Um desinfetante completamente inofensivo para os seres humanos é extremamente fatal para as superbactérias.
O produto chamado Akwaton consegue, em baixas concentrações, eliminar uma ampla quantidade de bactérias, de acordo com estudo da Université de Saint-Boniface, no Canadá.
A pesquisa testou o composto contra esporos de bactérias da espécie Clostridium difficile, conhecidas por aderirem facilmente às superfícies e serem difíceis de morrer.

Os trabalhos anteriores com o produto já mostrou que concentrações mínimas eram eficazes contra cepas de MRSA e E. coli. Bactérias como E. coli e MRSA podem sobreviver em superfícies por longos períodos, causando graves infecções.

Continue a leitura:



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Plástico biodegradável de açúcar está pronto para escala industrial

Agência FAPESP

Há mais de dez anos, a empresa PHB Industrial produz em escala piloto o Biocycle, um plástico biodegradável feito com açúcar de cana. Apesar de dominar a tecnologia para fabricar diversos produtos com o polímero e para tornar seu custo competitivo quando comparado ao do plástico convencional, a empresa ainda não conseguiu elevar sua produção a uma escala industrial.



Saiba mais clicando no link abaixo:



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...